Uma R clássica, dúvidas e consumos

As clássicas também são parte da história e herança BMW Motorrad.
Os modelos que fizeram a sua marca nos tempos e outros que nem por isso!
E artigos sobre modelos e evolução das motos ao longo dos tempos.

Moderadores: JoseMorgado, pedropcoelho, Rui Viana, MHQC, amandio

Avatar do Utilizador
FernandoCaeiro
Membro em Estágio
Mensagens: 9
Registado: 02 jul 2019 14:13
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por FernandoCaeiro » 09 jul 2019 13:13

Obrigadíssimo pelas dicas.
Quando me falaram na RT fui à procura mas não me consigo imaginar a conduzir aquele avião.
Pelos preços praticados percebe-se facilmente que é uma das melhores relações preço/qualidade no mercado. Por 4.000€ fica-se com uma mota para a vida.
Mas o sítio onde moro parece mesmo uma montanha russa com curvas de 90º seguidas de subidas ou descidas íngremes.
Acredito que seja a coisa mais confortável do mundo e acredito que os miúdos iam gostar da poltrona com encosto, mas para depois andar no meu bairro ou andar às voltas no Largo do Rato para os ir buscar à ginástica não me consigo imaginar numa mota daquele tamanho.
Ainda ontem apanhei trânsito compacto na subida de monsanto e na Av. de Ceuta estava tudo tão compactado que até com a vanvan tive que ir com jeitinho; lembro-me de pensar que se fosse numa RT provavelmente teria que esperar como os carros.
Como a vanvan só tem 12cv, pensei que com a R45 (com 35cv) conseguia o acréscimo de força para fazer o IC19 a 100km/h, nas calmas, sem carregar muito nos consumos e sem me ir abaixo nas subidas - mas já percebi que não ia ser assim...
Ainda bem que vim falar com quem sabe.
Eu sei que há pessoas com mais mãozinhas do que outras; há quem conduza uma goldwing como quem vai de Vespa mas eu não sou uma dessas pessoas.
Eu andava a "insistir" na ideia da R45 porque aparecem com preços mais baixos; uma R45 aparece na casa dos 4.000€ e as R65 têm valores base de mais 800€.
O "problema" é meu, sei-o bem.
E também sei que o que seria racional, se quero uma mota de média cilindrada, leve e económica, era pensar numa G310.
Mas acho que se o fizesse, daqui a 2 anos estava outra vez a pensar em trocar.
Tenho que pôr a cabeça em ordem :)

Avatar do Utilizador
FernandoCaeiro
Membro em Estágio
Mensagens: 9
Registado: 02 jul 2019 14:13
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por FernandoCaeiro » 09 jul 2019 13:32

bmw-r80-1993.jpg
bmw-r80-1993.jpg (94.98 KiB) Visto 197 vezes
Quando comecei a andar de mota, esta era a que me fazia cair o queixo :shock:

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 7355
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por amandio » 09 jul 2019 13:59

Caro Fernando, não o estou de todo a empurrar para a RT. Apenas a apontar factos e opções para a sua consideração.
Para si, que tem de enfrentar o caos do trânsito de Lisboa, mesmo que seja contra-corrente para sair da cidade pela manhã e regressar pela tarde, ainda assim tem de o enfrentar de qualquer maneira.
A RT não será mesmo a melhor opção para andar no coração da cidade, tal como já constatou ontem. Em situações apertadas a RT é um carro!

Uma GS ou uma R será mais aquilo que procura. E parece-me que é mais o seu estilo por aquilo que falou.
Quando fiz toda aquela comparação da GS e da RT era apenas para demonstrar que a RT e a sua aparente largura, é mesmo isso, aparência.
É efectivamente mais pesada, sim! Mais larga que a GS ou a R, não! ambas são mais largas 4 e 2 cms respectivamente.
O meu ponto nesta conversação era lever-lhe a pensar que juntar uma clássica/média gama como a R45 não trará assim tanto benefício para si.
E depois mais tarde vir a aperceber-se que talvez tenha sido um erro não apostar em algo um pouco acima.

Um pouco de história dentro do clube.
Até 2008 havia a mono-cilíndrica F650GS (que aqui passou a chamar-se G650GS) e a boxer R1200GS.
Com o aparecimento da F650GS e F800GS bi-cilíndricas, a malta ficou super entusiasmada pelas motas.
Ofereciam praticamente o mesmo que a 1200 mais barata e de média gama.
Houve uma enchente no clube destas motas. Houve mesmo quem tenha trocado R1200 pelas F800. Pelos consumos, pela economia de manutenção, etc.
Rapidamente se aperceberam que a gama média não era suficiente, e passados 2/3 anos a maior parte já estava nas 1200.

E vou explicar melhor:
Eu próprio quando comprei a minha 1150GS, estava no mercado para comprar a F650GS, isto em 2003.
Depois de umas voltas com ambas acabei por perceber que a 650 seria tudo aquilo que temos descrito para a R45. Mais tempo em alta rotação, mais exposição ao vento (sobretudo nos ombros e peito) e aos elementos, mais cansativo em viagens longas e a longo prazo.
Isto também porque tinha um objectivo claro a realizar quase de imediato: uma volta à Europa de moto.
Portanto acabei por não comprar a mota em 2002, como queria inicialmente, e adiei a minha viagem por 1 ano. Mas valeu a pena. O conforto e a tranquilidade de um motor superior torna tudo mais suave e menos stressante.

Não é porque a mota tem 85cv em vez de 50, não é porque a mota pesa 250 em vez de 195. É sim pelo facto de poder fazer velocidade de cruzeiro a 120km/h na auto-estrada às 2.500/3.000rpm em vez de 5.000, e ter o mesmo consumo. Estava a fazer médias de 4.5... E claro mais protegido do vento com o fantástico ecrã da GS
O custo da mota também foi superior, é certo, mas o retorno a médio e longo prazo foi sem dúvida muito maior e gratificante.

E é esta a ideia que quero deixar consigo.
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 7355
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por amandio » 09 jul 2019 14:05

FernandoCaeiro Escreveu:
09 jul 2019 13:32
bmw-r80-1993.jpg

Quando comecei a andar de mota, esta era a que me fazia cair o queixo :shock:
Conheço perfeitamente a mota, um grande amigo tem uma de 94, uma das últimas antes de descontinuarem o modelo.
Com a famigerada e rara pintura preta com as linhas brancas nesta versão. :D
Nesta altura havia uma escolha duvidosa de esquemas de cores na BMW :roll:
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 5644
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por JoseMorgado » 10 jul 2019 00:30

José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 5644
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por JoseMorgado » 10 jul 2019 00:34

amandio Escreveu:
09 jul 2019 14:05
FernandoCaeiro Escreveu:
09 jul 2019 13:32
bmw-r80-1993.jpg

Quando comecei a andar de mota, esta era a que me fazia cair o queixo :shock:
Conheço perfeitamente a mota, um grande amigo tem uma de 94, uma das últimas antes de descontinuarem o modelo.
Com a famigerada e rara pintura preta com as linhas brancas nesta versão. :D
Nesta altura havia uma escolha duvidosa de esquemas de cores na BMW :roll:
Também tive uma R100 R Mystic Preta!!
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
FernandoCaeiro
Membro em Estágio
Mensagens: 9
Registado: 02 jul 2019 14:13
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por FernandoCaeiro » 19 set 2019 17:09

Bom... do muito que pesquisei e li, percebi que a clássica para rolar todos os dias representava um investimento que eu não poderia comportar.
À parte de outras condicionantes, os consumos iriam disparar para o dobro do que estou a gastar neste momento (e não posso permitir isso, por muito que goste da mota e do preço que conseguisse negociar).
Adiante...
Neste momento estou embeiçado pela F650 CS (a Scarver) e vou tentar negociar alguma coisa.
Não é o Boxer com que eu sonhava mas sempre é uma bê-éme com uma estética e personalidade únicas e baixo consumo.
Tudo o que tenho lido sobre a mota em fóruns e artigos são elogios.
Talvez não tenha sido um sucesso por causa da estética (gostos não se discutem) mas eu até gosto daquele visual arrojado - quase parece saída de um episódio do Star Wars.
Por acaso andei por aqui à procura de alguma informação e experiências com a Scarver mas não encontrei.
Vamos ver no que dá e depois dou-vos novidades.
Mas se por acaso alguém tiver experiências com uma Scarver avisem :-)

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 7355
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por amandio » 20 set 2019 07:28

A CS é realmente uma mota particular em todos os aspectos. Não houve antes nem depois algo semelhante.
E a maior vantagem da mota é a combinação de 2 pormenores: Porque o tanque de gasolina está debaixo do acento (o que por si já baixa o centro de gravidade), no lugar onde "deveria" estar o tanque pode-se guardar um capacete sem a necessidade de qualquer mala na mota. Uma verdadeira urban bike! :D
É uma mota pensada para a cidade e com manutenção mais reduzida pois não utiliza corrente mas sim correia de transmissão. O que também foi algo que a BMW utilizou pela primeira vez nesta mota.

Já tive a oportunidade de conduzir uma no seu habitat natural, a cidade.
Com um guiador elevado, e uma posição confortável e vertical, é mesmo um mimo conduzi-la.
Tem um motor especialmente "domesticado" para baixas e médias rotações, mas não se esquiva de um passeio pela autoestrada se for necessário.

Aqui ficam 2 videos/reportagens de um media da especialidade: 2 wheels
https://youtu.be/zrxpeVtcNCo
https://youtu.be/9vwjBOcPXe0
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

Avatar do Utilizador
FernandoCaeiro
Membro em Estágio
Mensagens: 9
Registado: 02 jul 2019 14:13
Contacto:

Re: Uma R clássica, dúvidas e consumos

Mensagem por FernandoCaeiro » 23 set 2019 10:25

Obrigado Amândio.
Eu vou usá-la em Lisboa mas sobretudo em estrada para fazer o IC19 - com 50 cv já vou poder ultrapassar os camiões, eh eh
E estou muito curioso para a sentir em curva; a vanvan curva bem mas estou habituado aos pneus quase-de-tacos e acho que vou sentir diferença para um verdadeiro pneu de estrada (sobretudo nos trevos das nas vias de acesso em que às vezes tens que fazer curvas de 180º tipo compasso).
Para além disso toda a gente escreve bem da ciclística e dizem que ela é ágil, leve e dócil.
Até os miúdos estão entusiasmados (apesar de adorarem a vanvan).
Eu queria uma R100R e nunca mais comprava uma mota na vida; mas esta é muito mais racional, vai seguramente fazer-me feliz e é um bom salto em relação à minha.
E este (outro) vídeo só diz maravilhas dela :-)

https://youtu.be/W377TcKM3lQ

Agora tenho é que vender a vanvan...

Responder

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante