K1100LT

Moderadores: JoseMorgado, pedropcoelho, Rui Viana, MHQC, amandio

Responder
Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4914
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

K1100LT

Mensagem por JoseMorgado » 06 ago 2016 23:22

A K1100LT era, em 1993, um dos expoentes máximos da BMW em conforto para grandes viagens.

Pretendia ser, de forma pacífica, uma revolução no conceito "Touring" na BMW, aliando a vertente turística deste segmento, ao caracter desportivo do seu novo motor.

Conviveu com a outra Touring da BMW, a R1100RT, igualmente uma referência na época.

Como o nosso amigo e sócio fundador, João Maria Trincheiras Roque dos Santos, mais conhecido por "Maltezinho", me deu a oportunidade de fazer cerca de 250 km com a dele, aqui ficam as minhas impressões.

A K1100LT é imponente.

Imagem

Imagem

Imagem

O Posto de Comando é muito luxuoso e ergonómico.

Imagem

Imagem

Com muita informação disponível e bem legível.

Imagem

Imagem

Imagem

E muitas mordomias, como regulação eléctrica do vidro frontal, punhos aquecidos e 4 piscas.

Imagem

Rádio, com leito de cassetes e isqueiro.

Imagem

Com colunas à frente.

Imagem

E a trás.

Imagem

Espaçoso Porta Luvas.

Imagem

Iluminação para leitura de mapas.

Imagem

Os comandos são intuitivos e bem posicionados.

Imagem

E incluem, no lado esquerdo, o manuseamento do rádio.

Imagem

A protecção aerodinâmica é excelente, com regulação eléctrica do vidro frontal.

Imagem

Imagem

E um grande cuidado na aerodinâmica.

Imagem

Imagem

Imagem

A segurança na travagem já conta com ABS.

Imagem

Imagem

Com 2 discos à frente e pinças de 4 pistons cada um e 1 disco e pinça de 1 piston a trás.

E o farol é grande, com uma óptica, que proporciona uma iluminação de boa qualidade.

Imagem

O motor é o K1100, com 4 cilindros em linha, longitudinais, deitados, com 4 válvulas por cilindro, arrefecidos com líquido.

Tem 1.092 c.c. de capacidade, 101 hp de potência máxima e 107 Nm de binário.

Imagem

A caixa tem 5 velocidades e a transmissão final é por veio e diferencial.

Imagem

A injecção e ignição são electrónicas.

Imagem

A suspensão dianteira utiliza forquilha telescópica e a traseira, mono-amortecedor.

O banco é bastante confortável, largo, e em dois níveis, um para o condutor e outro para o aconpanhante.

Imagem

O passageiro tem também um lugar de destaque, com uma "poltrona" para se encostar.

Imagem

Este modelo "Touring".

Imagem

Tem grande capacidade de carga, com duas malas laterais e uma Top-Case de grande volume.

Imagem

Imagem

Imagem

O sistema de fecho e desmontagem das malas é muito fácil de usar.

Imagem

Em andamento, é tudo muito suave, permitindo uma condução muito agradável na cidade.

O angulo de viragem é muito generoso, o que facilita as manobras mais apertadas desta mota, que não é pequena.

No entanto, é na estrada que esta BMW se sente mais à vontade, proporcionando velocidades de cruzeiro elevadas, com grande conforto e segurança.

Com tudo isto, temos de ter atenção à velocidade, pois a GNR não perdoa qualquer pequeno entusiasmo.

Imagem

A viagem levou-nos à Barragem Trigo de Morais, também conhecida por Vale do Gaio, perto do Torrão.

Imagem

À Barragem de Odivelas, perto da vila com o mesmo nome.

Imagem

E à Barragem de Albergaria dos Fusos, perto do Alvito.

Imagem

Cuba, objectivo final desta viagem, chegou ao final da tarde, antes do Pôr do Sol, como estava combinado.

Imagem

O "Maltezinho", depois de fazer a recepção da sua "Motinha", deu-nos um excelente jantar "Alentejano".

Imagem

Nestes 250 km, pude experimentar a excelência desta BMW que, apesar da sua idade, 23 anos, está muito bem mantida, proporcionando uma condução muito apelativa.

O motor, muito potente e cheio de binário, permite rodar, sempre sem qualquer vibração, em 5ª, desde as mais baixas rotações.

Quer em cidade, quer em estrada ou AE, quando se pretende aumentar o ritmo, basta rodar o punho do acelerador, que a LT salta, literalmente, para a frente.

Para isso, muito ajudam as relações curtas desta caixa de 5 velocidades e a excelente Injecção de combustível Bosch.

Aqui, talvez apareça a única crítica que se poderá fazer a este modelo.

Em viagem, com a 5ª engrenada desde muito cedo, e a velocidades mais elevadas, o motor é "obrigado" a rodar a rotações mais altas do que seria necessário.

Temos sempre a sensação de que podíamos ir numa relação mais elevada.

Uma 6ª era de certeza muito bem vinda.

Na sua irmã, a K1100RS, mais vocacionada para utilizações mais desportivas, essa sensação é talvez atenuada, pois tem uma relação final de desmultiplicação do diferencial menor, o que permite manter o motor em rotações mais baixas.

Imagem

No entanto, na LT, a posição de condução é muito mais relaxada, onde temos a sensação de poder continuar a rolar, até ao fim do mundo, sem qualquer fadiga.

Com estes modelos, a BMW Motorrad pretendia continuar o caminho iniciado com as K100 e K75, ou seja, substituir a arquitectura dos velhos motores R, pela inovadora filosofia dos motores K.

No entanto, apesar destes motores serem tecnologicamente muito mais avançados, tanto ao nível da eficiência energética e consequentemente no consumo e na poluição, como nas performances, muito potentes e cheios de binário, e sempre com as vibrações muito bem filtradas, nunca obtiveram o sucesso comercial que a BMW Motorrad esperava deles.

Os seus clientes, onde eu me incluo, continuaram a previligiar o carisma dos motores R, o que obrigou à continuação do investimento e desenvolvimento dessa tradicional linha tecnológica.

Apesar disso, a K1100LT teve sucessão, nas K1200LT e nas actuais K1600GTL, ambas referências na sua classe.

Duas curiosidades da LT do "Maltezinho".

Participou, sem qualquer dificuldade e grande satisfação do proprietário, no 13º Lés-a-Lés, em 2011, entre Mogadouro, Castelo de Vide e Lagoa.

Imagem

E, como era obrigatório antigamente, a mota tem uma placa identificadora do seu proprietário, só que de Prata.

Um Luxo.

Imagem
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

luiz silva
Membro Experiente
Mensagens: 1448
Registado: 22 abr 2014 19:10
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por luiz silva » 12 ago 2016 13:09

Que riqueza de detalhes!!

José,
há diferença significativa na ciclistica?

Fiquei com a impressão que é tão fácil de conduzir como a R 1200 RT.

Abcs!

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 6269
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por amandio » 12 ago 2016 13:26

Tive a oportunidade de conduzir tanto a LT como a RS (ambas 1100).
São motas extremamente fáceis de conduzir.
O motor é um verdadeiro aviãozinho, suave, silencioso com escape de origem. Uma maravilha de mota!

E o design é impressionante, especialmente a RS. Marcou uma era de forma que nenhuma outra conseguiu (na minha modesta opinião :mrgreen: )

Andei durante anos tentar juntar uma RS à minha GS, mas a vida acaba do dar outras voltas e fiquei sem nenhuma :roll:

Agora estou a recomeçar de novo, apontando para uma GS primeiro e depois para a RS.
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4914
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por JoseMorgado » 13 ago 2016 16:16

luiz silva Escreveu:Que riqueza de detalhes!!

José,
há diferença significativa na ciclistica?

Fiquei com a impressão que é tão fácil de conduzir como a R 1200 RT.

Abcs!
Não podemos comparar, simplesmente, a ciclística desta LT com a da minha RT.

São mais de 15 anos de diferença, que se notam um "bocadinho"!!

No entanto, como ainda tenho algumas recordações da minha R1100RS, de 1994, contemporânea desta LT, que tinha uma ciclística igual à RT da altura, posso dizer que a R, ao ter já o sistema Telelever na suspensão dianteira, proporcionava maior segurança nas travagens, principalmente se fossem feitas em curva, pois não permitia o afundamento da dianteira.

Na LT, com suspensão dianteira convencional, em travagens mais fortes, o afundamento é sempre pronunciado.
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4914
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por JoseMorgado » 13 ago 2016 16:23

amandio Escreveu:a LT como a RS (ambas 1100).
São motas extremamente fáceis de conduzir.
O motor é um verdadeiro aviãozinho, suave, silencioso com escape de origem. Uma maravilha de mota!

E o design é impressionante, especialmente a RS. Marcou uma era de forma que nenhuma outra conseguiu (na minha modesta opinião :mrgreen: )
Concordo totalmente, tanto na facilidade de condução, como nas qualidades do motor.

Quem na altura saía, de um motor Boxer e pegava num motor K1100, parecia que avançava para outra "realidade", tal era a "qualidade" da muita potência sempre disponível neste motor.
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
JoseMorgado
Direcção BMW McP
Mensagens: 4914
Registado: 23 jan 2008 21:41
Localização: Lisboa
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por JoseMorgado » 13 ago 2016 16:33

amandio Escreveu: E o design é impressionante, especialmente a RS. Marcou uma era de forma que nenhuma outra conseguiu (na minha modesta opinião :mrgreen: )

Andei durante anos tentar juntar uma RS à minha GS, mas a vida acaba do dar outras voltas e fiquei sem nenhuma :roll:

Agora estou a recomeçar de novo, apontando para uma GS primeiro e depois para a RS.
Realmente, o design da K1100RS era, e ainda é, espectacular.

Este é o espectacular exemplar do Zé Moronho, que esteve no 25º Aniversário do Clube.

Imagem

Imagem
amandio Escreveu:Andei durante anos tentar juntar uma RS à minha GS, mas a vida acaba do dar outras voltas e fiquei sem nenhuma :roll:

Agora estou a recomeçar de novo, apontando para uma GS primeiro e depois para a RS.
Serão GS e RS Clássicas ou das Novas??
José Morgado
Sócio 237

R65 78
R100R 92
R1100RS 94
R1200RT 07
R90S 74
Imagem

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 6269
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por amandio » 15 ago 2016 07:18

JoseMorgado Escreveu:Serão GS e RS Clássicas ou das Novas??
Uma GS das novas e uma K1100RS.
A clássica 1100RS é simplesmente de outro nível! O design e o motor da mota, bem como a posição de condução são o meu estilo :mrgreen:
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

luiz silva
Membro Experiente
Mensagens: 1448
Registado: 22 abr 2014 19:10
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por luiz silva » 15 ago 2016 10:57

Obrigadão pelas informações, José!!

Aproveitando, na sua opinião, porque entende que o sistema Telelever não é utilizado também em outras motas?

Como também tenho uma com o sistema, me parece ser mais seguro.

Abçs
Luiz

Avatar do Utilizador
amandio
Membro Veterano
Mensagens: 6269
Registado: 21 abr 2008 12:05
Localização: Oslo, Norway
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por amandio » 15 ago 2016 11:48

Aqui fica uma breve explicação sobre o funcionamento do sistema e esquemas que explicam como funciona.

viewtopic.php?f=36&t=4942&start=10
Amândio de Aveiro
(da Madeira, que já esteve em Oeiras e agora em Oslo)
R1150 GS [2002-2013]

luiz silva
Membro Experiente
Mensagens: 1448
Registado: 22 abr 2014 19:10
Contacto:

Re: K1100LT

Mensagem por luiz silva » 15 ago 2016 21:52

amandio Escreveu:Aqui fica uma breve explicação sobre o funcionamento do sistema e esquemas que explicam como funciona.

viewtopic.php?f=36&t=4942&start=10
Legal Amândio!!

Mas não é fácil para um não engenheiro entender o porque de tanta estabilidade nas frenagens e pisos irregulares.

De qualquer forma, o importante é que funciona muito bem!!

Abçs
Luiz

Responder

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante