Isto é que é fazer kms...

Para ir almoçar a Bollullos del Condado ou para ir almoçar à Serra da Estrela...

 ... é preciso é ir ao volante de uma BMW. Não sabemos o que é o verdadeiro mote, se fazer 800km para almoçar ou se para fazer 800km é necessário almoçar no caminho.

 

Isto é que é fazer kms

Isto é que é fazer kms

 

Lá palmilhámos mais 700 e tal Kms no sábado maioritariamente por nacionais (a Brisa connosco não faz negócio, coitados).

Saímos pelas 8h36 de Lisboa e chegámos à Torre (Serra da Estrela) às 11h30, passando rapidinho (é o António que comanda a coluna) por Vila Franca, Mora (abranda olha a GNR), Barragem de Montargil (pouca água), Ponte de Sôr (olha a GNR  ...tiraram o dia para nos ver passar), Niza (ai o queijo), Barragem do Fratel, Castelo Branco (ao largo), Covilhã subindo para a Torre, UFF ainda agora saímos de Lisboa.

Magnífica paisagem lá do cimo da serra, esplanada café e fotos e já vamos a caminho para a parte mais interessante, curvas mais curvas e curvas, de todos os géneros, fáceis e das outras, rápidas e das outras, piso bom e às vezes nem por isso, sempre brindados com sol e pouco trânsito.

Almoço (bacalhau com broa) em Manteigas.


Isto é que é fazer kms

 

 

Vamos lá a mexer que isto não é para ficar à mesa muito tempo, laboriosa saída do parque de estacionamento, as motas são altas como a Serra e não facilitam a manobra, segue-se ligeiro para atestar as GSA's. Vamos rapazes que a Serra espera-nos.


Isto é que é fazer kms

 

Estrada Manteigas Seia, lá bem no cimo da serra, esquerda direita, esquerda direita sempre a dar-lhe, piso irregular, curvas apertadas precipício sempre presente... brrrrr não dá para olhar muito, as curvas sucedem-se e o António e o Simões afastam-se, estas curvas não são o meu forte, digo eu.

 

Isto é que é fazer kms
Isto é que é fazer kms Isto é que é fazer kms...

Chegados a Seia. Parar. Nááá! Vamos mas é para a estrada da Beira por ali a baixo, localidade, curva, semáforos, transeuntes lentos, mais umas curvas, para variar, paragem para meter água e descansar a minha mão esquerda ainda não recuperada do acidente.

 

Isto é que é fazer kms...

 

Segue Coimbra, muito trânsito, sol aquecendo as costas, desistimos de ir pela Figueira da Foz (fica para a próxima), virámos pela N1, Pombal, Leiria até à Azambuja aí entrámos na A1 até casa.

E assim foi o nosso sábado.
Obrigado pela companhia rapazes e até à próxima...